Estratégias potencializadas pela nanotecnologia no tratamento do câncer de pele


A integração de múltiplas modalidades terapêuticas para abordar seletivamente as vias de promoção do câncer ou de manutenção de células constitui um aspecto fundamental do tratamento oncológico.

Dessa forma, a nanotecnologia representa uma oportunidade para o aprimoramento das abordagens terapêuticas empregadas no tratamento dos cânceres cutâneos, sendo uma promessa significativa para ampliar a especificidade do direcionamento às células neoplásicas por meio da facilitação da entrega direcionada de medicamentos às células tumorais.

A fim de fornecer uma visão geral sobre as diversas terapias combinadas com base na nanotecnologia para melanomas e cânceres de pele não melanoma, um artigo de revisão publicado por Chandra J. et al. (Environmental Research, outubro 2023) elaborou um resumo desses tratamentos com seus avanços recentes.

Segundo os autores, existem três estratégias distintas para a implementação de tratamento anticâncer combinado utilizando nanomedicamentos:

  1. A utilização simultânea da nanomedicina e da formulação tradicional;
  2. A entrega de múltiplas substâncias medicinais (normalmente duas), utilizando apenas um sistema de nanotransportador;
  3. A administração simultânea de nanomedicamentos distintos.

Dentre os avanços recentes em terapias combinadas com base na nanotecnologia, os autores mencionam uma estratégia explorada por Daneshver et al. (2020) na qual foram apresentadas evidências empíricas mostrando o potencial das nanopartículas de platina (PtNPs) como absorvedores eficazes de luz laser e raios X, permitindo uma conversão eficiente de energia.

“Uma proporção significativa das pesquisas atuais empregou a fototerapia em conjunto com outras modalidades terapêuticas para o tratamento do câncer de pele.”

Para finalizar, os autores afirmam que a utilização da nanomedicina na medicina personalizada pode ser vantajosa para melhorar a biodisponibilidade, a compatibilidade e otimizar a eficácia terapêutica através da implementação de um perfil de liberação controlada do medicamento, garantindo sua administração no alvo apropriado, no paciente correto e no momento ideal.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra

LEIA TAMBÉM


Uma discussão sobre diagnóstico e tratamento da onicomicose e o aumento da resistência às terapias antifúngicas

Um artigo publicado no site da American Academy of Dermatology (AAD), por Allison Evans, analisou o diagnóstico e o tratamento...

Associação de linfedema de membros inferiores e câncer de pele

Um estudo de coorte retrospectivo, publicado por Anand et al. na Mayo Clinic Proceedings (novembro, 2023), buscou determinar se pacientes...

Avanços recentes na biologia da vitamina D

Um artigo publicado por Slominski et al. na edição de outubro do Journal of Investigative Dermatology, intitulado “Avanços recentes na...

Estratégias potencializadas pela nanotecnologia no tratamento do câncer de pele

A integração de múltiplas modalidades terapêuticas para abordar seletivamente as vias de promoção do câncer ou de manutenção de células...

BECAS PARA DERMATOLOGISTAS JOVENS

XLI RADLA REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS                           ...

4 MOTIVOS para participar da RADLA 2024

De 08 a 11 de maio de 2024 temos um encontro marcado na 41ª Reunião Anual de Dermatologistas Latino-Americanos! E...

Ipilimumabe + nivolumabe em melanoma metastático refratário ao bloqueio PD-1

Um estudo randomizado de fase 2, publicado por VanderWalde et al. na Nature Medicine (agosto, 2023), demonstrou que o ipilimumabe...

Peeling de retinol 3% e cosmecêuticos para o bem-estar estético do paciente oncológico

Problemas cutâneos como aspereza, flacidez, erupções e rugosidade são comuns em pacientes com câncer de mama tratadas com análogo de...

Curetagem mais um ou dois ciclos de criocirurgia para carcinoma basocelular

Um artigo publicado no Journal of the American Academy of Dermatology (leia aqui o artigo na íntegra)  por Eva Backman et al.,...

ChatGPT e inteligência artificial em dermatologia: otimismo ou desconfiança?

Muito tem se discutido sobre o uso do ChatGPT e da inteligência artificial (IA) na medicina. Em seu editorial de...