Ipilimumabe + nivolumabe em melanoma metastático refratário ao bloqueio PD-1


Um estudo randomizado de fase 2, publicado por VanderWalde et al. na Nature Medicine (agosto, 2023), demonstrou que o ipilimumabe em combinação com o nivolumabe pode ser uma terapia de segunda linha eficaz em pacientes com melanoma metastático refratário ao bloqueio PD-1.

Os pesquisadores incluíram 91 pacientes com melanoma metastático refratário, que já tinham sido tratados com um inibidor PD-1 e não tinham recebido um inibidor CTLA-4. Desses, 68 pacientes foram distribuídos aleatoriamente para receber ipilimumabe + nivolumabe e 23 pacientes para receber apenas ipilimumabe.

“Neste estudo, o bloqueio da proteína 4 dos linfócitos T citotóxicos (CTLA-4) com continuação do bloqueio da proteína 1 de morte programada (PD-1) em pacientes com melanoma metastático que receberam anti-PD-1 de primeira linha ou a terapia contra o ligante 1 da morte celular programada 1 e cujos tumores progrediram foi testada em comparação com o bloqueio de CTLA-4 sozinho.”

Segundo os autores, a combinação de nivolumabe e ipilimumabe resultou em uma melhora estatisticamente significativa (37%) na sobrevida livre de progressão em relação ao ipilimumabe (taxa de risco   =   0,63, intervalo de confiança (IC) de 90%   =   0,41–0,97, P unilateral   =   0,04). As taxas de resposta objetiva foram de 28% (IC de 90% = 19–38%) e 9% (IC de 90% = 2–25%), respectivamente (P unilateral = 0,05).

Estas descobertas demonstraram que a terapia combinada pode prolongar a sobrevida livre de progressão e ajudar os pacientes a superar a resistência a imunoterapias anteriores.

 

Clique aqui e leia o artigo na íntegra

LEIA TAMBÉM


Uma discussão sobre diagnóstico e tratamento da onicomicose e o aumento da resistência às terapias antifúngicas

Um artigo publicado no site da American Academy of Dermatology (AAD), por Allison Evans, analisou o diagnóstico e o tratamento...

Associação de linfedema de membros inferiores e câncer de pele

Um estudo de coorte retrospectivo, publicado por Anand et al. na Mayo Clinic Proceedings (novembro, 2023), buscou determinar se pacientes...

Avanços recentes na biologia da vitamina D

Um artigo publicado por Slominski et al. na edição de outubro do Journal of Investigative Dermatology, intitulado “Avanços recentes na...

Estratégias potencializadas pela nanotecnologia no tratamento do câncer de pele

A integração de múltiplas modalidades terapêuticas para abordar seletivamente as vias de promoção do câncer ou de manutenção de células...

BECAS PARA DERMATOLOGISTAS JOVENS

XLI RADLA REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS                           ...

4 MOTIVOS para participar da RADLA 2024

De 08 a 11 de maio de 2024 temos um encontro marcado na 41ª Reunião Anual de Dermatologistas Latino-Americanos! E...

Ipilimumabe + nivolumabe em melanoma metastático refratário ao bloqueio PD-1

Um estudo randomizado de fase 2, publicado por VanderWalde et al. na Nature Medicine (agosto, 2023), demonstrou que o ipilimumabe...

Peeling de retinol 3% e cosmecêuticos para o bem-estar estético do paciente oncológico

Problemas cutâneos como aspereza, flacidez, erupções e rugosidade são comuns em pacientes com câncer de mama tratadas com análogo de...

Curetagem mais um ou dois ciclos de criocirurgia para carcinoma basocelular

Um artigo publicado no Journal of the American Academy of Dermatology (leia aqui o artigo na íntegra)  por Eva Backman et al.,...

ChatGPT e inteligência artificial em dermatologia: otimismo ou desconfiança?

Muito tem se discutido sobre o uso do ChatGPT e da inteligência artificial (IA) na medicina. Em seu editorial de...