Estudo revela como agem as defesas naturais contra o câncer de pele


Um estudo realizado por pesquisadores espanhóis, publicado em janeiro deste ano no periódico Cell Reports, apresentou os mecanismos moleculares que sustentam as defesas do organismo contra o câncer de pele. A descoberta permite compreender o comportamento do câncer de pele a nível celular, possibilitando o desenvolvimento de novos alvos terapêuticos.

Os pesquisadores coletaram queratinócitos de camundongos e introduziram genes que suscitam o desenvolvimento do câncer, levando as células a um estado de senescência. A depleção de CSDE1 leva ao desvio de senescência, imortalização celular e formação de tumor, indicando que CSDE1 se comporta como um supressor de tumor. Os animais que receberam células sem CSDE1 desenvolveram carcinomas de células escamosas em um prazo de 15 a 20 dias. 

Os pesquisadores concluíram que o CSDE1 aumenta a estabilidade do mRNA do fator SASP (fenótipo secretor associado a senescência) e reprime a tradução do mRNA Ybx1, sendo um supressor tumoral em queratinócitos primários. Em estudos anteriores o CSDE1 atuou como um fator pró-metastático no melanoma, demonstrando assim sua dualidade imprevisível, dependendo do caso em que se encontra.

Leia aqui o artigo completo.

LEIA TAMBÉM


Uma discussão sobre diagnóstico e tratamento da onicomicose e o aumento da resistência às terapias antifúngicas

Um artigo publicado no site da American Academy of Dermatology (AAD), por Allison Evans, analisou o diagnóstico e o tratamento...

Associação de linfedema de membros inferiores e câncer de pele

Um estudo de coorte retrospectivo, publicado por Anand et al. na Mayo Clinic Proceedings (novembro, 2023), buscou determinar se pacientes...

Avanços recentes na biologia da vitamina D

Um artigo publicado por Slominski et al. na edição de outubro do Journal of Investigative Dermatology, intitulado “Avanços recentes na...

Estratégias potencializadas pela nanotecnologia no tratamento do câncer de pele

A integração de múltiplas modalidades terapêuticas para abordar seletivamente as vias de promoção do câncer ou de manutenção de células...

BECAS PARA DERMATOLOGISTAS JOVENS

XLI RADLA REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS                           ...

4 MOTIVOS para participar da RADLA 2024

De 08 a 11 de maio de 2024 temos um encontro marcado na 41ª Reunião Anual de Dermatologistas Latino-Americanos! E...

Ipilimumabe + nivolumabe em melanoma metastático refratário ao bloqueio PD-1

Um estudo randomizado de fase 2, publicado por VanderWalde et al. na Nature Medicine (agosto, 2023), demonstrou que o ipilimumabe...

Peeling de retinol 3% e cosmecêuticos para o bem-estar estético do paciente oncológico

Problemas cutâneos como aspereza, flacidez, erupções e rugosidade são comuns em pacientes com câncer de mama tratadas com análogo de...

Curetagem mais um ou dois ciclos de criocirurgia para carcinoma basocelular

Um artigo publicado no Journal of the American Academy of Dermatology (leia aqui o artigo na íntegra)  por Eva Backman et al.,...

ChatGPT e inteligência artificial em dermatologia: otimismo ou desconfiança?

Muito tem se discutido sobre o uso do ChatGPT e da inteligência artificial (IA) na medicina. Em seu editorial de...