Cigarro eletrônico e seus danos para a saúde


Chamados de dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), os cigarros eletrônicos se tornaram uma mania, principalmente entre os jovens norte-americanos. Com a venda proibida no Brasil, ainda não há pesquisas conclusivas sobre a segurança dos cigarros eletrônicos. Entretanto, o modismo vem preocupando especialistas e há diversos estudos apresentando os males que esses dispositivos eletrônicos causam à saúde.
 
Um deles, intitulado “Manifestações dermatológicas associadas ao uso do cigarro eletrônico”, publicado em abril deste ano no Jornal da Academia Americana de Dermatologia, teve como propósito ampliar a conscientização sobre os efeitos danosos causados pelo uso deste DEF. Efetuado a partir de relatos de usuários, o artigo concluiu que os cigarros eletrônicos podem causar manifestações dermatológicas prejudiciais, tais como dermatites de contato, lesões da mucosa oral e queimaduras térmicas.
 
Em um outro estudo, publicado no American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, uma equipe de pesquisadores concluiu que o uso do cigarro eletrônico dificulta a passagem de muco pelas vias respiratórias – condição chamada de disfunção mucociliar – o que pode ampliar os riscos de desenvolver bronquite.

De acordo com um dos autores do estudo, o diretor de medicina interna e professor da Universidade do Kansas, Mathhias Salathe, a questão a ser analisada era se o vapor contendo nicotina exercia efeitos negativos sobre a capacidade de limpar as secreções das vias aéreas, de forma parecida à fumaça eliminada pelo cigarro.

Dessa maneira, os pesquisadores observaram que jovens usuários do cigarro eletrônico que nunca haviam fumado anteriormente estavam predispostos a desenvolver bronquite crônica, da mesma forma que os fumantes convencionais.
 
Fontes:
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30965061
https://www.atsjournals.org/doi/10.1164/rccm.201811-2087OC

LEIA TAMBÉM


Quiz Radla #1

Evidências indicam que a acantose nigricans (hiperplasia epidérmica com escurecimento de áreas cutâneas como a axila, pescoço e virilha) é...

Apresentamos os delegados e os residentes brasileiros becados pela RADLA Argentina

Delegados da RADLA Argentina   Brasileiros becados pela RADLA Argentina

Infecção por vírus do herpes simples em um neonato, durante migração para a Alemanha

Tema que causa bastante preocupação entre os profissionais de saúde atualmente, o processo migratório é uma realidade que assola diversos...

Cigarro eletrônico e seus danos para a saúde

Chamados de dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), os cigarros eletrônicos se tornaram uma mania, principalmente entre os jovens norte-americanos. Com...

Acne hormonal – Quando suspeitar?

Destaques RADLA 2019 – O Dr. Juan Carlos Diez Medina (Bolívia) destacou situações nas quais se deve suspeitar de acne...

Isotretinoína – Indicações não-clássicas

Destaques RADLA 2019 – O Dr. Gustavo Camino (Peru) considera importante, dentre as indicações não clássicas de isotretinoína, pacientes que,...

Pioderma gangrenoso

O Dr. Jeffrey Callen (EUA) relatou o uso do PARACELSUS Score como uma nova ferramenta para auxiliar o diagnóstico do...

Imunobiológicos em dermatologia

O Dr. John McGrath (Reino Unido) proferiu palestra sobre DNA, doenças e dermatologia, demonstrando o crescente conhecimento dos mecanismos genéticos...

Pseudovasculite – diagnóstico diferencial

O Dr. Martin Sangueza (Bolívia) falou sobre as pseudovasculites, que requerem atenção para o diagnóstico diferencial com as vasculites verdadeiras,...

Nitrogênio líquido para neurite pós-herpética

A Drª. Liliana Calandria (Uruguai), apresentou um trabalho sobre o uso de crioanalgesia, com nitrogênio líquido em spray aberto, como...